Colunas:

A HORA DO PARTO

01 Dez O parto é, sem dúvida, o evento mais importante na vida da vaca leiteira!

Por isto, ele deve ser assistido sempre que possível, mas não devemos interferir se o parto estiver evoluindo normalmente. Apesar de ser óbvio, não é o que ocorre na maioria dos casos! Basta que se iniciem as contrações para que um indivíduo bem intencionado ache que já esta no momento de tracionar o bezerro. Um parto normal pode durar cerca de duas horas sem que o bezerro corra risco de morte. Dica: Para saber se o parto está transcorrendo dentro da normalidade, pode-se adotar a seguinte regra:
Início do parto (contrações) – meia hora para aparecer a bolsa.
Apareceu a bolsa – meia hora para aparecer as patas.
Apareceram as patas – meia hora para aparecer a língua ou o focinho.
Apareceu a língua ou o focinho – meia hora para passar a cabeça.
Passou a cabeça do bezerro – mais alguns minutos e o bezerro terá nascido.
Se em alguma dessas etapas o tempo exceder, aí sim devemos interferir para saber se existe alguma anormalidade. Devemos lembrar que em um parto normal, o bezerro estará protegido dentro da barriga da mãe, até que o cordão umbilical entre no canal do parto; neste momento, ele terá o reflexo de respirar e se restos placentários estiverem obstruindo as narinas ou se o bezerro estiver nascendo de ré, isto pode ser fatal.
É muito importante esperar o tempo correto para a abertura do canal do parto, evitando uma força excessiva na tração do bezerro. Caso seja preciso, não devemos ultrapassar a força de três ou quatro homens.

Leia também: